Carregando...
JusBrasil - Política
24 de abril de 2014

Intensificação do efeito estufa traz como consequência as mudanças climáticas

Publicado por Governo do Estado do Mato Grosso (extraído pelo JusBrasil) - 5 anos atrás

LEIAM 0 NÃO LEIAM

Edson Rodrigues/Secom-MT Palestra sobre desmatamento e mudança climática do professor da USP, Gylvan Meira

Na abertura do Katoomba Meeting Brasil 2009, nesta quarta-feira (01.04), no painel Desmatamento e Mudanças Climáticas Panorama Atual, o pesquisador do Instituto de Estudos Avançados da Universidade de São Paulo, professor Luiz Gylvan Meira Filho, apresentou resultados de estudos e pesquisas e discorreu sobre o que se fala há décadas sobre Mudanças climáticas.

De acordo com Gylvan Meira alguns efeitos são inevitáveis e haverá prejuízos irreversíveis se não estivermos atentos às ações que causam danos ao meio ambiente com o aquecimento global devido à intensificação do efeito estufa, que traz como consequência as mudanças climáticas.

A causa do problema é a emissão dos gases de efeito estufa pelo homem (notadamente o dióxido de carbono - CO2, o metano - CH4 e o óxido nitroso - N2O) a uma taxa mais elevada do que a da sua remoção natural da atmosfera. As cidades produzem 80% dos gases do efeito estufa e são altamente vulneráveis aos impactos. O Governo faz o que a população quer, exige. Governos existem para fazer políticas públicas. Esta é uma discussão de extrema importância e que deve preocupar a todos, temos de procurar soluções para esse problema que afeta a vida de todos".

O clima da Terra está se comportando de maneira completamente diferente de qualquer padrão passado no planeta e por isso é quase impossível saber como ele vai se comportar no futuro."Precisamos reduzir as emissões globais em cerca de 60% em relação aos níveis que tínhamos em 1990 que era de seis giga toneladas de carbono, para estabilizar a concentração atmosférica de gases e da temperatura. Dá para segurar, se começarmos já", informou Gylvan Meira.

O professor participou da criação do Mecanismo de Desenvolvimento Limpo (MDL), um dos principais instrumentos dentro do Protocolo de Kyoto, Japão. Por meio do MDL, países ricos que têm a obrigação de reduzir suas emissões de gases de efeito estufa, podem investir recursos em projetos ambientais nos países em desenvolvimento, que não têm essa obrigação. Por isso, os ganhos conseguidos com esses investimentos poderão ser abatidos das metas de redução de emissões dos países desenvolvidos. Há metas claras de redução das emissões de gases, para evitar mudanças climáticas tão intensas, não são necessárias soluções miraculosas, mas a aplicação nos próximos 10 a 20 anos de tecnologias conhecidas, afirmou.

mudança do clima a que se refere a Convenção é aquela do aquecimento global devido a intensificação do efeito estufa. A causa do problema é a emissão dos gases de efeito estufa pelo homem (notadamente o dióxido de carbono - CO2, o metano - CH4 e o óxido nitroso - N2O) a uma taxa mais elevada do que a da sua remoção natural da atmosfera.

Ao encerrar elogiou a iniciativa do governador Blairo Maggi em propor essa discussão em Mato Grosso e destacou sua participação em eventos Internacionais. O evento ocorre nesta quarta e quinta-feira (01 e 02.04) no Centro de Eventos do Pantanal, em Cuiabá (MT).

0 Comentários

Faça um comentário construtivo abaixo e ganhe votos da comunidade!

Atenção, mais de 20% do seu comentário está em letra maiúscula.

ou

Disponível em: http://governo-mt.jusbrasil.com.br/politica/2187143/intensificacao-do-efeito-estufa-traz-como-consequencia-as-mudancas-climaticas