Carregando...
JusBrasil - Política
25 de abril de 2014

Pesquisa sobre Hantavirose no Estado entra em fase final

Publicado por Governo do Estado do Mato Grosso (extraído pelo JusBrasil) - 5 anos atrás

LEIAM 0 NÃO LEIAM

O Estado de Mato Grosso registrou, até o mês de Fevereiro de 2009, 150 casos confirmados de Hantavirose, com taxa de letalidade de 50%. A Secretaria de Estado de Saúde de Mato Grosso (SES/MT), no enfrentamento a Hantavirose em 2009, vai aumentar o número de capacitações que divulgam conhecimento sobre a doença, alcançando até mesmo os municípios que nunca registraram casos, possibilitando o diagnóstico precoce, sem prejuízo da utilização de medidas preventivas e assistenciais.

Sendo a Hantavirose uma doença emergente, cuja forma de transmissão está relacionada com a inalação de vírus presentes na urina e nas fezes do rato silvestre e que ainda é exclusiva da área rural, a Secretaria de Estado de Saúde (SES) também realiza pesquisas para melhorar o conhecimento sobre este agravo de saúde, em parceria com o Ministério da Saúde (MS) explicou o técnico da Saúde do Estado, Aparecido Alberto Rodrigues Marques.

Uma dessas pesquisas, Dinâmica Populacional de Roedores Silvestres e Grau de Infecção por Hantavírus na Microrregião do Médio Norte Mato-grossense, realizada entre os anos 2006 a 2008 em parceria com a Secretaria de Vigilância em Saúde (SVS), do Ministério da Saúde, a Fundação Instituto Osvaldo Cruz (Fiocruz), do Rio de Janeiro, o Instituto Evandro Chagas (IEC) do Pará, o Museu Nacional (UFRJ) e a Secretaria Municipal de Saúde de Campo Novo do Parecis (SMSCNP/MT), entra agora na fase de tabulação de dados para posterior divulgação.

A pesquisa está proporcionando a identificação das espécies de ratos silvestres e tipos de vírus responsáveis pela transmissão da Hantavirose na região do Médio Norte do Estado.

HISTÓRICO A Hantavirose foi detectada em Mato Grosso, nos municípios de Campo Novo do Parecis e Peixoto de Azevedo, em 1999. Naquele ano foram registrados 03 casos, que evoluíram para óbito.

A partir de então a Saúde do Estado começou a investir em capacitações dos profissionais de saúde para a investigação e controle dos casos notificados e confirmados da doença beneficiando, inicialmente, a médicos e enfermeiros dos municípios de abrangência dos Escritórios Regionais de Saúde de Tangará da Serra, Baixada Cuiabana, Rondonópolis, Sinop, Colíder, Alta Floresta e Peixoto de Azevedo.

Os esforços do Estado, no combate à Hantavirose, acabaram obtendo destaque durante a VII Conferencia Mundial de Hantavirose, realizada em 2007 na cidade de Buenos Aires, Argentina. Em nível nacional o destaque foi para o II Workshop de Pesquisas Aplicadas em Hantavirose, realizado em Cuiabá em 2008.

Neste ano de 2009 a Hantavirose, em Mato Grosso, completa 10 anos sendo o Estado destaque em nível nacional e internacional devido ao seu trabalho de prevenção, educação em saúde e assistência, disse Aparecido Alberto Rodrigues Marques.

0 Comentários

Faça um comentário construtivo abaixo e ganhe votos da comunidade!

Atenção, mais de 20% do seu comentário está em letra maiúscula.

ou

Disponível em: http://governo-mt.jusbrasil.com.br/politica/2056279/pesquisa-sobre-hantavirose-no-estado-entra-em-fase-final