Carregando...
JusBrasil - Notícias
18 de setembro de 2014

Polícia Civil prende nove integrantes de quadrilha de roubo de gados em Rondonópolis

Publicado por Governo do Estado do Mato Grosso (extraído pelo JusBrasil) - 5 anos atrás

LEIAM 0 NÃO LEIAM

Lenine Martins/Secom-MT A operação foi realizada por policiais do Cisc de Rondonópolis. Uma quadrilha de roubo, furto e receptação de bovinos foi presa na operação Rei do Gado, desencadeada nesta segunda-feira (05.01) pela Polícia Judiciária Civil de Rondonópolis (212 km ao Sul) e finalizada na terça-feira (06.01). Na operação, nove pessoas que integravam a quadrilha foram presas por policiais da Divisão de Crimes contra do Patrimônio (Depatri) do Centro Integrado de Segurança e Cidadania (Cisc) do município. As investigações iniciaram há 3 meses. A operação é primeira do ano de 2009, realizada em Rondonópolis.

As investigações ganharam consistência a partir de uma tentativa de furto ocorrida em 27 de dezembro de 2008, em uma fazenda na Rodovia MT-270, saída para Guiratinga. Os autores não levaram o gado, mas furtaram outros objetos como arreios e deixaram pistas no local. Três dias depois, no dia 30, cinco integrantes da mesma quadrilha abordaram três vítimas e roubaram 20 cabeças de gados e objetos de outra fazenda. Eles deixaram algumas pistas como aparelhos celulares em duas fazendas. Na última, foi deixado o celular de um dos foragidos, disse o delegado Claudinei Lopes, que comanda as investigações.

Segundo o delegado, o gado seria negociado com receptadores, proprietários de fazendas da região Sul de Mato Grosso. A gente acredita que tenha comerciantes também envolvidos, complementa. Claudinei explicou que o grupo geralmente pesquisa as fazendas antes de cometer o furto ou roubo. Eles vem pesquisando, daí contrata um motorista para ir ao local e transportar o gado furtado, disse.

As 20 cabeças de bovinos foram encontradas no sítio Morada da Serra, pertencente ao preso Célio de Jesus Borges da Fosenca, 48 anos. O local foi identificado após informações repassadas pelo motorista Valdete Martins de Oliveira, 54, que confessou aos policiais que realizou vários fretes para a quadrilha era comandada por Luciano Rodrigues de Arruda, popular Chico, que está foragido. O gado era negociado por Marcelo Martins de Souza, também preso.

Foram presos: Célio de Jesus Borges da Fonseca, 48, o motorista Valdete Martins de Oliveira, 54, ambos vão responder por crimes de receptação e formação de quadrilha (Artigos 180 e 288 do Código Penal Brasileiro). Já os presos Hudyallen Mendes de Andrade, 19, o Macarrão, Antonio de Arruda 19, Fernando Maicon da Silva, 20, Jackeline Pereira dos Santos, 18, Geovani Rodrigues dos Santos, 22, Ademir Rosa Vilarinho, 23, e Marcelo Martins de Souza, 31, foram indiciados por crime de formação de quadrilha.

O acusado Hudyallen, vulgo "Macarrão", confessou a co-autoria no roubo da primeira fazenda, apontando os comparsas Antonio de Arruda, o "Toim" e Anderson Rodrigues Pereira, o "Dico ou Patinho". Os dois estão foragidos.

Os suspeitos Fernando Maicon da Silva, juntamente com Hudyallen, são investigados em um roubo ocorrido recentemente na região do bairro Vila Operária. A acusada Jackeline Pereira dos Santos também contribuía para as ações criminosas. Ela foi presa na companhia no marido Antonio de Arruda, na residência dos acusados Ademir e Geovani, suspeitos de apoiar a quadrilha.

0s objetos roubados da primeira fazenda (bateria, ferramentas e outros) foram localizados na residência de Hudyallen. Uma arma de fogo e um capuz foram encontrados na casa de um homem identificado por Anderson, o Dico.

As investigações continuam para identificar dois adolescentes que fazem parte do bando e com o pedido de prisão preventiva dos foragidos.

MANDADOS - Também na segunda-feira (05.01) dois mandados de prisão foram cumpridos pelos investigadores da Divisão de Crimes contra do Patrimônio (Depatri) do Cisc de Rondonópolis. Com duas prisões decretadas pela 14ª Vara de Criminal de Cuiabá e pela Central de Penas e Medidas Alternativas de Cuiabá, Wilson Alves Pereira, 41 anos, foi preso no centro da cidade. Ele é condenado por crimes de furto e já foi indiciado em Mato Grosso em nove inquéritos por crimes de furtos (seis vezes), tráfico e uso de entorpecentes e uso de documento alheio; também, usava outros nomes, sendo: Matheus Alves Pereira, Vanilton Alves Pereira (irmão de Wilson) e Edson Barbosa da Silva.

Após o cumprimento dos mandados, o preso foi encaminhado à Cadeia Pública de Rondonópolis.

0 Comentário

Faça um comentário construtivo abaixo e ganhe votos da comunidade!

Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "gritar" ;)

ou

×
Disponível em: http://governo-mt.jusbrasil.com.br/noticias/549332/policia-civil-prende-nove-integrantes-de-quadrilha-de-roubo-de-gados-em-rondonopolis